sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

RENATA


Estava embriagado pelo cheiro que vinha de seu belo corpo,uma
mistura de essências que chegava a ser divina.
Já havia um bom tempo que eu a admirava discretamente em minha
mesa enquanto tomava uma taça de vinho mesmo não podendo sentir
seu sabor,mas isso me fazia me senti bem!
Continuava a admirá-la em meu recanto quando de repente como que
num passe de mágica ela começou a caminhar em minha direção,como
ela era facinante.Não consegui para de olha para aquela divina criatura.
E como um passaro a cantar ouvi sua vos!
-Olá senho! Gostaria de dançar comigo? Vejo que estais muito queto e
solitario aqui nessa mesa!Todos estão dançando no salão, e voçe é o unico
que está ai parado,parece está tão triste!
-Me descupe mileide,mas não gosto muito de dança,pois não sou um bom
dançarino! Quanto á tristeza ela ja me é uma amante costumeira que sempre
esta ao meu lado.Já não ligo mas para ela,pois ela já faz parte demim.
-Tudo bem! Mas se muda de idéia me proucure!Estarei por perto.
-Muito obrigado por sua prucupação mileide!
-Renata! Esse é meu nome! Equeça toda essa formalidade! E bem melhor.
Enquanto ela se distanciava eu a adimirava,como ela estava bela naquele
vestido de seda negra.
Minutos depois não consegui resistir ao seu convite,e devo adimiti seus encantos
contribuirão para isso,e fui ao seu encontro.
-Vejo que mudou de idéia!Q bom,vomos dança então milord.
Lentamente começamos a dançar,não conseguia resisti a seus encantos,ao perfume
que emana de seu corpo divina mente moldado,r nos beijamos.
Dançamos e dançamos até perde a noçaõ do tempo.O salão de festa já estava
praticamente vazio,se não fosse pelos músicos que delicadamente guardavão seus
instrumentos.
Restava pouco menos que uma hora para o nacer do sol.mas não estava nem ai para
esse detale mortal!
Ainda tinha que me despedi daquela belissima mulher que roubara meu coração por
uma noite,
Fomos para um jardim que ficava nos fundos do palácio que havia ocorrido a festa
cujo csta historia lhes conto.
-Me diga seu nome aquela bela vos disse delicadamente!
-Kain! Esse e meu nome minha bela dama!
_Bem minha querida Renata acredito que seja minha hora de parti! Mas ante teremos
nossa útima dança.
-Sim meu querido Kain!
Começamos a dançar,estavamos tão juntos que podia ouvir o pulsar de seu coração,
comecei a beijar demoradamente seu pescoço enquanto a abraçava cada vez mais.
Derepente tomado de um desejo insaciavel,cravei minhas presas em seu pescoço,senti
seu corpo estremecer seu sangue invadindoboca desendo por minha garganta.
Enquanto meu corpo se aquecia e saciava minha sede,podia ouvir os pequenos gemidos
que ela deixava escapar.Enquanto imagens de sua jovem vida invadiam minha mente
não sentia medo algum vindo daquela bela mulher.
-Kain o que foi que voçe fes comigo? Diga-me por favor!
Ela estava quase adormecendo pela perca de sangue.Eu não queria matala!
Eu avia bebido muito,mas não o suficiente para matá-la,pois essa nunca havia sido minha
intenção! Como poderia! Sua beleza não me permitia tal babaridade!
-Minha querida,um dia voçê descobrirá o que sou e então entenderá o que fiz com você.
-Kain ela disse! Praticamente adormecida!
-Te verei novamente?
E antes que ela se entregasse por inteiro ao cansaço que a dominava devido a perca de sangue
eu disse rapidade em seu ouvido!
-Acho que sim minha querida!
Faltava menos de meia hora para o nacer do sol,Renata já estava adormecida em meus blaços
a peguei no colo e a coloquei num pequeno banco de estofado blanco que havia naquele jardim
e a cobri com minha capa de veludo preto.
Ela estava linda adormecida naquele banco cercado de rosas,margaridas,lírios e orquidias.
Só tive tempo de lher roubar mais um beijo antes de me embremhar na pouca escuridão que
ainda restava.
Já em meu casarão aquecido pelo sangue de Renata adormeci sobre a luz das velas que iluminava
minha face cansada de uma noite fantástica.

Por: Eddy Khaos

2 comentários:

  1. lindo conto porem "ingênuo ", mas uma atração com uma finalidade pura e isso que faz desse conto um conto diferente adorei , bjs mil Luna

    ResponderExcluir
  2. Adorei.
    Bem sutil do jeito que gosto.

    ResponderExcluir